Quem Somos

A Capucho Produções é uma produtora artística que tem como principal objetivo a valorização e a divulgação da arte brasileira e seu principal segmento é a música instrumental.

Capucho, proprietário e diretor artístico, é antes de tudo um apaixonado por música e busca colocar em prática seus extensos conhecimentos musicais aliados à sua ampla experiência como produtor na coordenação e desenvolvimento de projetos musicais.

Com seus mais de 20  anos de experiência no meio musical, Capucho, foi responsável pela programação de artistas brasileiros em festivais internacionais como o Tocar La Vida, realizado anualmente pelo governo argentino na Islã Del CerritoProvíncia Del Chaco, reunindo criadores, instrumentistas e arranjadores de música popular de diferentes partes do mundo, atraindo um público de aproximadamente 5000 pessoas. Hermeto Pascoal, Naná Vasconcelos, Gil Jardim, Quinteto Villa-Lobos e Banda Mantiqueira são alguns dos brasileiros que participaram desse festival ao lado de figuras internacionais. Participou de diversos eventos e festivais pelo Brasil e pelo mundo, tais como a Mostra Brasileira “Brazil: Body and Soul” do Museu Guggenheimde Nova Iorque e do renomado Festival Pina Baush, da famosa coreógrafa alemã, entre outros eventos importantes. Como produtor realiza apresentações musicais com diversos artistas brasileiros ao redor do mundo.

Em 2004, Capucho consolidou a produtora que leva seu nome e desde então fortaleceu ainda mais seu prestígio no cenário musical e cultural brasileiro e mundial. Produziu artistas como Naná Vasconcelos, com quem trabalhou durante 6 anos e realizou grandes projetos como “Duos Brasileiros”, em parceria com a Cultura Inglesa e com o apoio da TV Cultura, “Choro, Samba e Gafieira”, entre outros.

Em 2007, foi idealizador e criador do 1º Festival de Música Instrumental de Guarulhos, realizado com o incentivo do ProAC 2006 do Governo do Estado de São Paulo e que recebeu mais de 400 composições de todo o país acabando por se tornar uma verdadeira amostragem da qualidade da música instrumental brasileira.  Em 2008 e 2009 realizou a 2ª e a 3ª edição do festival dando continuidade ao processo de abertura e consolidação de espaço à música popular instrumental contemporânea.

No final deste mesmo ano de 2009 realizou a primeira edição do Festival Choro Jazz em Jericoacoara, Ceará, que se segue até os dias de hoje sem interrupção, levando a esta região do país artistas como João Donato, João Bosco, Almir Sater, Egberto Gismonti, Yamandú Costa, Mônica Salmaso, Antônio Nóbrega, Théo de Barros, Duo Assad, entre muitos talentos que já passaram pelos palcos do Festival. O grande homenageado da edição de 2016 foi Hermeto Pascoal.

É importante salientar também uma iniciativa, que começou em 2012, nascida a partir do Festival: a criação de uma escola de música (Escola Choro Jazz) que funciona durante todo o ano letivo, totalmente gratuita. Está localizada na vila de Sambaíba, arredores de Jericoacoara.

Desenvolve também a função de empresário/produtor de diversos músicos brasileiros. Atualmente a Capucho Produções representa o exímio violonista Alessandro Penezzi, indicado ao Premio da Música Brasileira 2009 na categoria de melhor solista.

A Capucho Produções realiza ainda anualmente shows e turnês com diversos artistas pelo Brasil e no exterior, buscando sempre a difusão da música brasileira e nos últimos anos realizou diversas atividades na área de produção musical, buscando sempre a valorização, o enriquecimento e desenvolvimento destes artistas e seu respaldo internacional.

Comments are closed