alessandro

 

 

Alessandro Penezzi

Natural de Piracicaba (SP), Alessandro é violonista, compositor e arranjador. Estuda música desde os sete anos de idade. Multiinstrumentista, toca também violão de 7 cordas, violão tenor, cavaquinho, bandolim e flauta.

Estudou com Carlos Coimbra (Piracicaba), Jair T. de Paula (Tatuí), Sérgio Belluco (Piracicaba), João Dias Carrasqueira (SP),

Marcos Cavalcanti e Ulisses Rocha (Unicamp). Formou-se em violão erudito em 1997, pela Escola de Música de Piracicaba, e Bacharelado em Música Popular pela Unicamp, em 2005.

Lecionou no EM&T – Escola de Música e Tecnologia, ministrou cursos de extensão em Violão Brasileiro e Cavaquinho na Unicamp.
Junto com o bandolinista Aleh Ferreira e o violoncelista Júlio Ortiz, forma o Trio Quintessência, que já fez turnês pela Rússia, Estados Unidos e Angola.
Alessandro já se apresentou ao lado de grandes instrumentistas como: Yamandú Costa, Carlos Poyares, Toninho Ferragutti, Oswaldinho do Acordeon, Laércio de Freitas, Caíto Marcondes, Arismar do Espírito Santo, Maurício Carrilho, Pedro Amorim, Joel Nascimento, Conjunto Época de Ouro, Rogério Caetano e Caio Marcio, Ted Falcon.

Foi solista das orquestras Jazz Sinfônica de São Paulo e a Filarmônica de São Bernardo do Campo.

Acompanhou grandes nomes da música popular brasileira, como Beth Carvalho, Sílvio Caldas, Noite Ilustrada, Billy Blanco, D. Yvone Lara, Monarco, Nelson Sargento, Délcio Carvalho, Xangô da Mangueira, Riachão, Wilson das Neves, Francisco Petrônio, Wilson Moreira, Marília Medalha, Cristina Buarque e Mariana de Moraes.

Lançou seu primeiro CD solo, Abismos de Rosas, em 2001. No mesmo ano foi semifinalista do 4º Prêmio Visa MPB Instrumental, com o Trio Quintessência.

Em 2002, lançou o CD A Quintessência da Música, com o Trio Quintessência.

Fez turnê pela Itália, em 2003, como solista.

Recebeu o 3º lugar no III Prêmio Nabor Pires de Camargo, em 2004.
Foi um dos 12 semifinalistas do 7º Prêmio Visa de Música Brasileira, em 2004.

Em 2005, fez parte da 2ª edição do Projeto Violões do Brasil, junto com Duo Assad, Guinga, Paulo Bellinati, Marco Pereira, Zé Menezes, Fábio Zanon, Gilvan de Oliveira, Toninho Horta, João Lyra, Quarteto Maogani, entre outros.

No mesmo ano, lançou o CD Baba de Calango, do Choro Rasgado do qual participa junto com Zé Barbeiro (7 cordas), Rodrigo Y Castro (flauta) e Roberta Valente (pandeiro).

Obteve o 2º lugar no V Prêmio Nabor Pires de Camargo em 2006, acompanhado por Zé Barbeiro.

Em 2006, recebeu indicação ao Prêmio Tim, pelo CD Baba de Calango, na categoria Revelação.

Ainda em 2006, Alessandro foi indicado ao Prêmio Shell de Teatro pela trilha musical da peça Gota d´Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, remontada pelo Grupo Breviário, com Direção Geral de Heron Coelho.
Em setembro de 2006, Alessandro lançou seu 2º CD solo Alessandro Penezzi, que contou com as participações especiais de Beth Carvalho, Yamandú Costa, Amélia Rabello, Oswaldinho da Cuíca, Quinteto em Branco e Preto, Arismar do Espírito Santo, e outros grandes nomes da música instrumental brasileira.

Ainda em 2006, participou do CD "Laércio de Freitas homenageia Jacob do Bandolim- convidado especial - Alessandro Penezzi". O lançamento está previsto para o primeiro semestre de 2007.

Em 2007, Alessandro gravou um CD em duo com a grande atriz do teatro brasileiro, Maria Alice Vergueiro, com músicas de Bertolt Brecht e Kurt Weill.

Em 2010, junto ao grande clarinetista Alexandre Ribeiro, gravou o álbum Cordas ao Vento, álbum que o rendeu uma turnê pela Europa e shows nos Estados Unidos,
Aguardem por mais novidades do gênio Alessandro Penezzi

Assista o trabalho de Alessandro Penezzi no Penezzi no YouTube acessando:
http://www.youtube.com/watch?v=q3hhkvXReKQ
http://www.youtube.com/watch?v=IU59ueizlKM
http://www.youtube.com/watch?v=tCLJlk_AI6k


Veja mais no site:
www.alessandropenezzi.com